MONTE A FARMÁCIA DO SEU BEBÊ EM CASA

ENTENDA O CARTÃO FIDELIDADE
16 de maio de 2018
NOVO REMÉDIO PARA ENXAQUECA PROMETE MELHORAR A VIDA DE MUITA GENTE
30 de maio de 2018

Saúde

MONTE A FARMÁCIA DO SEU BEBÊ EM CASA

Comprar remédio antes dos sintomas aparecerem pode parecer besteira: MAS NÃO É! Principalmente quando se tem criança em casa, o recomendado é montar uma farmacinha especial para os pequenos, com aqueles medicamentos mais indicados pelo médico da criança para casos como cólicas, resfriados, assaduras, febre, prisão de ventre, além de alguns produtos de higiene e limpeza.

  • Algodão – preferencialmente em formato bolinha pois são mais higiênicos.
  • Aspirador nasal –  facilita a higiene nasal e elimina a mucosidade.
  • Cotonete  – Serve para manter a higiene do umbigo, das orelhinhas e das partes mais sensíveis do bebê
  • Cortador de unhas – para cortas as unhas do bebê
  • Lenços umedecidos – para limpeza da pele do bebê
  • Pomada para prevenção de assaduras
  • Protetor Solar – para bebês maiores de seis meses
  • Repelente – para proteger a pele do bebê dos insetos e alergias
  • Soro Fisiológico – utilizado para a limpeza dos olhos e nariz
  • Termômetro – opte pelos termômetros de ouvido ou testa, pois garantem maior
  • Bolsa de Água Quente – para o caso de o bebê ter cólicas
  • Álcool 70% ou antisséptico – para fazer a limpeza do coto umbilical
  • Analgésico (combate dores), antitérmico (combate febres) líquido ou em forma de gotas. O mais indicado para bebês menores de 6 meses é uso de paracetamol – leia atenciosamente a bula antes de usá-lo ou consulte seu pediatra
  • Esparadrapo Antialérgico ou Fita Microporo.
  • Líquido bactericida (antisséptico) à base de clorexidina ou até mesmo água oxigenada utilizada para a limpeza de cortes e machucados.
  • Curativos Adesivos específicos para machucados.
  • Seringa, colher, conta-gotas ou copinho próprio para medições, que utilizados especialmente na administração de remédios para crianças

 

Mesmo com as dicas, é super importante estar sempre em contato com o pediatra do seu bebê para estar por dentro das contraindicações.

 

Este post foi útil? Deixe um comentário aqui!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois − dois =